quinta-feira, 25 de junho de 2015

Tentar de Novo

E as palavras ficam presas na ponta dos dedos
no fundo do coração
Palavras que temos sem saber que aqui estão
Presas
Feitas cativas...
Suspiro na sua procura
Se elas não saiem de mim, como é que me fazem tanta Falta?

Quem era e quem eu sou
tanto que mudou
nao sei onde esta

A rapariga que escrevia para viver
Que sonhava acordada e adormecia para escrever
que tinha tantos amigos
E quase nenhum deles pertencia a este mundo...
O que é feito dos Metsuki Niiro
O que aconteceu no Reino Prateado
onde é que esta a Caixa de Pandora
Seadest ou os Estranhos Viajantes
e a Kumi
Quem se lembra da Kumi
Quem se lembra de mim
De quem eu fui...

antes de me perder em mim

Quem me segue deve ter se apercebido que desapareci, simplesmente não consegui-a nem tenho conseguido escrever, tenho que me Forçar a fazer algo que antes me era Tão natural como respirar... tenho que me desbloquear para algo que me fez tão bem por tanto tempo e que agora me sinto incapaz, sinto me ingrata com as minhas personagens, sinto me ingrata de quem eu era... e quem eu sou, a nível de criatividade...assim peço desculpa a quem desiludi ao apagar o meu espacinho mas senti-a me sufocada em mim, sentia que precisava recomeçar. Por isso, Vamos a isto, chegou o momento de Tentar de Novo
Obrigada
Lena Belo

3 comentários:

  1. São fases. Há momentos em que parece que a nossa inspiração simplesmente desaparece, mas ela volta.

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  2. r: Sim, sem dúvida, perdermo-nos a nós é ainda pior!

    ResponderEliminar
  3. Isso me acontece com bastante frequência, força querida :) A inspiração volta!
    Beijinho grande!

    ResponderEliminar